Advogado de direito bancário: conheça os seus direitos!

Advogado de direito bancário: conheça os seus direitos!

05 Ago

Que tal entender melhor o que faz e quando é o momento de contratar um advogado de direito bancário? Atualmente, é difícil encontrar uma pessoa que não tenha uma conta em banco e não precisa lidar quase que diariamente com as questões relacionadas à movimentação financeira, Taxas, juros, contratos, oferta de produtos e outros fatores fazem parte do dia a dia, mas nem sempre sabemos quais são os nossos direitos.

 

A saúde financeira é muito importante para que você realize os seus sonhos. Infelizmente, nem sempre isso é uma tarefa fácil. Ao fazer uso de serviços bancários, como os cartões de crédito, empréstimos e financiamentos, as pessoas podem se deparar com verdadeiras bolas de neve que causam o endividamento. Logo, quando menos percebem, sua situação já se tornou insustentável e sair deste furacão pode parecer impossível.

 

É justamente nesse momento que o auxílio de um advogado bancário pode fazer toda a diferença em sua vida. Com o apoio profissional, você terá a chance de garantir os melhores acordos e reestabelecer sua saúde financeira, colocando as dívidas em ordem e fazendo planejamentos mais eficientes para que nunca mais tenha que lidar com problemas bancários.

 

Antes disso, porém, é preciso entender melhor como funciona a atuação deste profissional.

 

 

O que é o Direito Bancário?

 

O advogado de direito bancário lida com questões jurídicas provenientes das relações bancárias, como é o caso da contratação de empréstimos e financiamentos, as taxas cobradas pelo banco, busca e apreensão de máquinas e veículos, juros abusivos de contratos e muito mais.

 

Ao contrário do que você pode imaginar, nem sempre o advogado pode ser contratado apenas quando já existe uma dívida e você precisa renegociar. Na verdade, uma ótima forma de evitar que você caia em ciladas do banco é acionar o advogado de forma consultiva, ou seja, para que ele possa analisar contratos e evitar que os débitos virem, de fato, uma ação judicial. Esse tipo de contratação pode ser feito tanto por pessoas físicas, como também jurídicas.

 

A orientação do advogado evita que você assine contratos que podem gerar multas altíssimas no futuro, garantindo muito mais transparência nas relações bancárias.

 

O direito bancário também age quando já existem processos judiciais de cobranças de dívidas, sendo um defensor dos interesses do consumidor. Com papel de mediar o conflito, o especialista busca acordos para que seu cliente possa organizar melhor sua vida financeira.

 

 

Quando eu devo contratar um advogado de direito bancário?

 

Não existe um momento específico para a contratação do advogado. Na verdade, o ideal é que você preste sempre atenção em suas transações, evitando que as dívidas se acumulem e você acabe enterrado em juros e taxas bancárias. Quando perceber que já não consegue acompanhar as cobranças do banco ou caso você note algum tipo de multa indevida, então é a hora de contratar o advogado.

 

Geralmente, quando o cliente deixa de pagar algum contrato, a prática do banco é a inclusão do nome do cliente em serviços de proteção ao crédito, que geram ligações incômodas e que podem até mesmo intimidar os cidadãos. Com essa pressão, cobram-se multas e juros altíssimos, prejudicando ainda mais a situação financeira do cliente.

 

Então, ao encontrar-se nessa posição, o mais importante é que você tente não se desesperar e comece a pensar racionalmente. Coloque suas contas na ponta do papel e entre em contato com um escritório de advocacia de sua confiança para começar as negociações. Com esses dois passos simples, você já terá mais chances de organizar sua vida financeira.

 

Os serviços mais comuns prestados pelo advogado de direito bancário incluem:

 

  • Análise de situação financeira;
  • Negociação com a instituição financeira;
  • Ações revisionais de juros e encargos abusivos;
  • Defesa em ações de execução e cobrança bancária e;
  • Negociação judicial e extrajudicial de dívidas;

 

Da mesma forma, o advogado também pode auxiliar em casos de apreensão de veículos e imóveis, bem como a análise de contratos e reembolsos de cobranças indevidas. Tudo depende de cada caso e cliente!

 

 

Quanto custa um advogado de direito bancário?

 

Uma das principais dúvidas dos clientes é o custo de contratação do advogado de direito bancário. Afinal, se você se encontra nesta situação de vulnerabilidade financeira, provavelmente não pode arcar com gastos que podem prejudicar ainda mais, correto?

 

Por isso, é muito importante que o consultório de advocacia escolhido possa oferecer o melhor custo x benefício para o seu caso, sempre considerando os valores mínimos e máximos estipulados pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Com inteligência emocional, dedicação e transparência, é possível oferecer um valor que cabe no seu bolso e que vai, de fato, ajudá-lo a se reerguer, sem comprometer ainda mais um orçamento já delicado.

 

Portanto, não perca mais tempo! Entre em contato com o nosso time de especialistas agora mesmo para descobrir tudo o que podemos fazer por você.

Possui
alguma dúvida?


E-mail
contato@brunojussiani.adv.br

Endereço
Rua Jamil Felix Naglis, nº 493
Vila Nascente, Campo Grande - MS

Ver no google maps

Rua Barão de Melgaço, nº 3916
Centro Norte, Cuiabá - MT

Ver no google maps

Bruno Jussiani Advocacia

Bruno Jussiani com sede em Campo Grande desde 2009, tem atuação preponderante no Mato Grosso do Sul, não obstante podendo atender clientes em todo Brasil.

Desenvolvido por SunsetWeb - 2021

Fale com o atendimento

Clique para chamar